EDITORIAL – Indignação e revolta? Ou Revolução?

A Viagem dos Argonautas

Imagem2Numa entrevista há dias concedida ao jornal  brasileiro O Globo, José Mujica, presidente da República do Uruguai, pôs em causa a eficácia dos  movimentos de protesto, tais como a Primavera Árabe ou como os que, no Brasil, contestam o que se vai gastar com o Campeonato Mundial de Futebol. Simpatizo com os protestos, mas não levam a lado nenhum,  disse.

Derrubaram governos, reconheceu, «mas não construíram nada. Para construir, é preciso criar uma mente política, colectiva, de longo prazo, com ideias, disciplina, e com método. As sociedades não mudam por causa de grandes homens, mudam quando os protestos se organizam, têm disciplina e métodos de longo prazo. Temos de revalorizar o papel da política. Estes movimentos de protesto têm a vantagem do novo, e tentam alguma coisa nova porque desconfiam do velho, especialmente dos partidos, porque perderam a confiança neles. Mas as Primaveras têm-se transformado em Inverno porque…

View original post 201 more words

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: