SOBRE A LÍNGUA PORTUGUESA – 11 – Breve introdução ao reintegracionismo linguístico galego – (I) – por Carlos Durão

A Viagem dos Argonautas

O alvo do movimento cívico dito reintegracionismo é reintegrar as falas galegas do norte da Raia galego-portuguesa (e leste da Comunidade Autónoma da Galiza, nas comarcas limítrofes do chamado galego estremeiro) no seio da língua inicialmente galaico-portuguesa e hoje internacionalmente conhecida como portuguesa: reconstituir enfim a unidade da língua nada na velha Galécia dentro do espaço da Lusofonia. Não trata de reunificação política mas linguística.

 A unidade linguística da faixa atlântica da Ibéria (o iberorromance ocidental, na terminologia do professor R. Carvalho Calero) foi de sempre reconhecida, aberta ou tacitamente, pela maioria dos linguistas que se debruçaram sobre esta questão. Contudo, é fácil constatar hoje uma atitude oficial reticente, quando não abertamente hostil, por parte das instituições docentes e académicas do Reino de Espanha e da República Portuguesa. Então por que só tacitamente reconhecida em muitos casos? Será que a caracterização de “galego” e de “português” é política e…

View original post 994 more words

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: